Sandra Bullock é criticada por tratamento facial com restos de pele de prepúcio de bebês.


Durante uma participação no 'The Ellen DeGeneres Show' na semana passada, Sandra Bullock falou sobre um "tratamento facial peniano". Com o desenrolar da entrevista, a apresentadora Ellen, de 60 anos, questionou Sandra, de 53 anos, sobre o que exatamente ela quis dizer. A atriz ​​explicou que as esteticistas agora estão usando “uma extração de um pedaço de pele que vem do pênis de um bebê". Quando ela começou a gaguejar, Ellen completou: “É prepúcio de um bebê coreano. É isso que é."

O episódio chamou a atenção do astro do YouTube e documentarista, Riyadh Khalaf, que criticou a postura descontraída da estrela de Hollywood em relação à gravidade da situação. Em mensagem no Twitter para seus 46 mil seguidores, ele escreveu: “Mulher rica ri enquanto admite usar os prepúcios circuncidados não-consentidos de bebês em tratamentos faciais para que ela possam parecer bonitas. Você consegue imaginar se ela dissesse que usou a pele do clitóris de meninas? Teria a mesma reação?".

De acordo com o tablóide Daily Star, Riyadh, que tem impressionantes 365 mil inscritos no YouTube, continuou: “Circuncisão eletiva: tudo bem. Circuncisão por motivos médicos: também é ok. A circuncisão sem o consentimento do bebê nunca está certo. Vários estudos mostram danos físicos e psicológicos, incluindo sintomas de TEPT (transtorno de estresse pós-traumático), disfunção sexual e mutilação irreparável do pênis. A banalização da circuncisão masculina infantil é preocupante e a desinformação de que é uma 'ponta inútil de pele' é simplesmente errada. Ela contém milhares de terminações nervosas irreparáveis, protege uma parte incrivelmente delicada do corpo e é a escolha do menino se quer manter ou não".

Em instantes, os tweets receberam elogios dos fãs concordando com o ponto de vista de Riyadh. Uma seguidora escreveu: “Por que ela enfatiza o fato de que eles vêm de muito longe? É ok só porque eles não são garotos americanos?". Enquanto outro explodiu: “SIM. Algumas pessoas dão um chilique se as orelhas de um bebê são perfuradas, mas não se importam com um procedimento cosmético irreversível em uma criança. Nós somos bastante hipócritas, considerando como nós ficamos em relação a FGM [Mutilação Genital Feminina]”.

E um terceiro disse: “OMG, SIM!. Eu tentei trazer isso muito em discussões e as pessoas parecem ter aceitado isso como normalidade. Loucura". O médico que faz parte do programa 'This Morning', Dr. Ranj Singh, também colocou no Twitter um link para seu blog sobre a circuncisão não-médica de crianças do sexo masculino. Ele escreveu: “Não é tão inofensivo quanto algumas pessoas podem pensar. Eu vi casos em que tudo deu muito errado, levando a desfiguração permanente. Vi casos em que bebês quase morreram sangrando ou, pior ainda, morreram devido a infecções graves. No entanto, alguns dos meus colegas médicos ainda justificam isso".

Ele continuou: “E para aquelas pessoas que podem questionar sobre o que é o grande buzz, pergunte por que ser 'cortado' ou 'não ser cortado' é mesmo um problema entre certos grupos. Há uma razão para alguns aplicativos de relacionamento perguntarem sobre isso. Não é apenas sobre aparência ou preferência. Faz parte da identidade sexual de uma pessoa. Não é apenas um pedaço redundante de pele, mas parte de um órgão sexual. Há movimentos inteiros de homens que se sentem internacionalmente mutilados, afetando-os psicológica e socialmente, assim como os resultados físicos óbvios. Eles concordariam que essa prática é totalmente desnecessária e socialmente injusta.Acho que já é hora de debatermos seriamente sobre essa questão. Por que nos referimos a MGF como inaceitáveis, mas estamos dispostos a tolerar MGM"?

Em 2013, Oprah Winfrey foi criticada por apoiar os cremes faciais da SkinMedica, uma vez que a controversa loção é feita a partir do uso de fibroblastos do prepúcio. O tratamento facial com prepúcio de bebês, popular também com Cate Blanchett, é o nome coloquial dado a um tratamento de beleza que usa o soro do fator de crescimento epidérmico (EGF). O EGF usa células-tronco, de fato, de prepúcios de bebês coreanos. Células-tronco são frequentemente usadas em produtos de beleza para clarear e regenerar a pele.
Sandra Bullock é criticada por tratamento facial com restos de pele de prepúcio de bebês. Sandra Bullock é criticada por tratamento facial com restos de pele de prepúcio de bebês. Reviewed by Cara Campos on 12:25 Rating: 5

Um comentário:

  1. Em situação normal esses prepúcios iriam para o lixo. Qua o problema de usar? esse blogueiro é apenas um oportunista atrás de acessos....

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.